Blog

6 de dezembro de 2023
|

ANIMAPARQUE | CENA 3 – CELEBRAR É PRECISO.

A humanidade passa por um grande desafio histórico, que exige muita resistência, resiliência e alegria.

A inauguração do ANIMAPARQUE foi motivo e palco para muitas alegrias e celebrações. Um dos destaques no evento foi proporcionado por um grupo de estudantes do curso de Cinema e Animação, com a pintura do painel em homenagem ao legado cultural e histórico de Cataguases.

.

Para nós do Polo Audiovisual da Zona da Mata, neste momento em que celebramos a retomada do audiovisual brasileiro, algumas pessoas que contribuíram com a história do setor no país, bem como, com a nossa trajetória em Cataguases e região, foram lembradas no evento com muito carinho e reverência.

Assim, estarão para sempre em nossas mentes e corações: Afonso Vieira (Músico), Américo Sobrinho (Multiartista), Antônio Luiz (Fotógrafo), Carlos Alberto Teixeira Pinto (Técnico Maquinista), Edinho Gonçalves (Músico), Fernanda Lobo (Atriz), Jorge Laborão (Motorista), Kaka Massena (Multiartista), Maraca (Ator), Maria Lucia Mendonça (ex-Prefeita de Cataguases), Maurice Capovilla (Cineasta) e Nelson Pereira dos Santos (Cineasta). 

Outros momentos celebrativos também foram destaques.

O PARQUE DA MÔNICA!

Há mais de 20 anos, este lugar onde surge agora o ANIMAPARQUE, foi recuperado e revitalizado por inspiração e determinação de Mônica Botelho, iniciando uma jornada de realizações que a colocaria definitivamente na história do Cinema nacional e internacional, em especial, dos países de língua portuguesa.

Nesta caminhada, que constitui seu legado no audiovisual, destacamos a inauguração do Centro Cultural e do Memorial Humberto Mauro, as inúmeras edições do CINEPORT – Festival de Cinema de Países de Língua Portuguesa, e do Festival Ver e Fazer Filmes, e as dezenas de grandes produções cinematográficas, realizadas na Zona da Mata mineira e em outras regiões do país.  

Assim, Monica Botelho, a grande homenageada da noite, foi chamada para o centro do estúdio e aplaudida de pé por todos os presentes, recebendo de Delânia Cavalcante, Coordenadora de Investimento Social Privado do Grupo Energisa, um buquê de “Flores de Santa Rita” da artesã cataguasense Marilene Frade.

A exibição de vídeo com depoimentos gravados de Marta Porto e Daniela Guimarães, bem como, uma animação produzida por estudantes do curso de Cinema e Animação da UEMG, também marcaram esse momento.

Assistam os vídeos neste LINK

Para fechar a cerimônia oficial de inauguração, em mais uma homenagem à Mônica Botelho, na apresentação da performance coreográfica “Amor Philia” do Grupo Girarte, com os bailarinos: Alan Resende, Fabiano Banna, Luana Martins, Kevin Candeias, Natália Barros, Marcus Diego e Tatiane Dias.

.

Assim, como sempre desejou Monica Botelho, Cesar Piva e toda a equipe do Polo Audiovisual da Zona da Mata, o ANIMAPARQUE nasce para ser criativo, educativo, produtivo e divertido.

Seguindo nossa tradição modernista de Oswald de Andrade: “Alegria é a prova dos nove“, na sequência da programação, todos os presentes foram convidados para uma festa na área de eventos do ANIMAPARQUE.



0 Comentários


Compartilhe conosco sua opinião

Ela é muito importante para melhorarmos nossos serviços

Deixe seu comentário